Conduta Segura
Psicologia e Serviços, Lda.
Certifique as suas competências!
   Início      Segurança Privada

A Lei 34/2013 de 16 de maio estabelece a obrigatoriedade da realização de avaliação psicológica - testes psicotécnicos – para a obtenção ou renovação do cartão MAI. Os nossos equipamentos cumprirão as exigências estabelecidas pelo artº 7º, alíneas a) a j) da Portaria nº 319/2013 de 24 de outubro, nomeadamente:

 

a) A base de dados está encriptada e não poderá ser acedida por qualquer meio.

O formato não é reconhecido por outras aplicações;

b) Cada base de dados é única e reconhecida pelo softaware e hardware associado;

c) Os exames realizados são automática e imediatamente gravados;

d) Não é possível a existência, na mesma base de dados, de registos com números de processo iguais;

e) Não é possível editar ou eliminar fichas de sujeitos com provas realizadas;

f) Não é possível eliminar resultados das provas efetuadas, sendo asseguradas cópias de segurança das bases de dados mantendo o sistema de encriptação;

g) Os resultados produzidos pelo software da bateria de testes não são passíveis de alteração;

h) A bateria de testes psicológicos não permite a repetição de provas pelo mesmo sujeito;

i) Não é permitida, na mesma avaliação, a repetição de provas de avaliação psicológica, pelo avaliado;

j) Cada psicólogo possui uma chave de acesso única e exclusiva.

 

 
 

Quadro de Avaliação Psicológica para Segurança Privada

(Lei 34/2013 de 16 de maio)

Áreas

Aptidões

Inaptidão

 

Perceptivo-cognitivo

1- Inteligência

 

2-Atenção e Concentração

 

Considera-se inapto quem não obtenha:

Resultados superiores ao Percentil 16 em qualquer um dos fatores;

Resultados superiores ao Percentil 25 na sua maioria.

 

Psicomotora

 

3- Reações múltiplas e discriminativa

 

 

Psicossocial

4-Fatores de Personalidade:

 

Maturidade psicológica e responsabilidade

 

Estabilidade emocional

 

Despiste psicopatológico

 

Atitudes e comportamentos de risco face à segurança no trabalho

 

Competências sociais

 

Considera-se ainda inapto quem manifestamente evidencie:

a) Perturbação grave da personalidade ou manifestações psicopatológicas;

b) Instabilidade emocional;

c) Agressividade, impulsividade ou irritabilidade;

d) Comportamento antissocial;

e) Comportamentos que traduzam atitudes inaptadas ou risco face à segurança de pessoas e bens;

f) Comportamentos que revelem a tendência para abuso de bebidas alcoólicas ou evidenciem dificuldade em dissociar o seu consumo do exercício de funções;

g) Comportamentos que revelem a tendência para abusar de substâncias psicotrópicas ou evidenciem dificuldade em dissociar o seu consumo do exercício de funções.